Você já parou para pensar com cuidado nos tipos de conteúdo que utiliza em sua estratégia de marketing digital? Muita gente não faz isso e sofre com performances pobres como consequência.

Cada fase do funil de vendas pede um tipo de conteúdo diferente para causar um impacto específico no consumidor. Você não apresentará as mesmas informações (nem o mesmo formato) para quem acabou de conhecer a sua empresa e quem já está pronto para comprar.

Por isso, é necessário conhecer diferentes tipos de conteúdo e saber quando utilizá-los na sua estratégia. Quer saber mais sobre isso? Continue lendo!

Os 9 tipos de conteúdo essenciais para você

1. Posts explicativos

Os posts são o tijolo mais básico com o qual construímos uma estratégia de marketing digital eficiente e que traga resultados financeiros para sua empresa.

Eles são a porta de entrada dos consumidores para o seu blog, afinal, um conteúdo bem redigido tem mais chances de conseguir boas colocações nos mecanismos de busca. Dessa forma, é possível iniciar uma relação estável entre público e marca.

2. Vídeos

O equivalente aos posts explicativos nas redes sociais são os vídeos. Com pouca duração e alto teor viral, esse tipo de conteúdo funciona muito bem para captar a atenção das pessoas online e iniciar uma ponte de diálogo com elas.

O ideal é que os vídeos apresentem um conteúdo que seja relevante e tenha ligação com o produto que a sua empresa vende, para iniciá-las na sua estratégia social.

3. Listas

Também utilizadas na fase de atração do funil de vendas, cujo objetivo é conquistar mais visitantes — as listas estão entre os tipos de conteúdo mais populares da internet.

A razão é simples: elas são diretas e muito organizadas, entregando o valor prometido ao leitor de maneira fácil e rápida.

4. Como fazer

Conforme artigo do portal TecMundo, pouco mais de 3 bilhões de buscas são feitas todos os dias no Google e grande parte delas é sobre aprender como fazer alguma coisa.

É por isso que os conteúdos estilo tutorial são tão populares no marketing digital. Além de atrair gente para o seu blog, ainda entregam um valor alto ao leitor e constroem autoridade e confiança ao redor da sua marca.

5. Infográfico

Enquanto os blogs são plataformas em que o texto ganha destaque, nas redes sociais, quem brilha são os vídeos e imagens.

Portanto, uma boa ideia é usar infográficos nessas mídias, para transmitir credibilidade e ganhar mais alcance, especialmente se o conteúdo viralizar.  

Vale ressaltar que os infográficos também fazem bastante sucesso em blogs.

6. Ebook

Os ebooks são conteúdos mais aprofundados, que servem para converter o consumidor de visitante para lead.

A ideia é oferecer o material gratuitamente em troca de um contato direto com o visitante. Assim, ganhamos o seu e-mail e outras informações úteis para estabelecer um e-mail marketing e nutrir esse lead no nosso funil.

7. Webinar

Os webinars têm função semelhante aos ebooks: oferecem material especializado em algum tópico e convertem o visitante em lead, garantindo um contato direto com ele para a próxima fase do funil de vendas.

8. Reviews

Para a etapa de consideração no funil de vendas, um excelente tipo de conteúdo são as reviews (avaliações) deixadas por clientes sobre o seu produto e sua empresa.

Posts em blogs parceiros, vídeos sobre o assunto ou até mesmo comentários nas redes sociais são excelentes fontes de prova social da sua empresa e contribuem para o lead fechar negócio com você.

9. Estudo de caso

De maneira semelhante as reviews, os estudos de caso são artigos que mostram como o seu produto foi útil e agregou valor para algum cliente.

Esse conteúdo serve para convencer o lead na fase da consideração e concluir a jornada dele no seu funil de vendas.

Como pôde ver, existem muitos e muitos tipos de conteúdo que podem ajudar a alimentar sua estratégia de marketing digital por completo.

Porém, cada material funciona melhor com um tipo específico de mídia, sabia? Entenda como no nosso artigo sobre o impacto na escolha da mídia nos resultados de marketing digital!